BLOGWIDIA

O CrossFit OPEN 2017 na WIDIA

Você já está com saudade do Open? Então vamos relembrar alguns detalhes que tornam esse evento tão especial. Na Widia, vimos atletas que evoluíram muito em relação ao ano passado e alunos que se desafiaram pela primeira vez. Todas as sextas, a Widia recebeu um evento especial, cheio de superações e muita torcida.

Uma competição a nível mundial, que aconteceu dentro da box, os coaches viraram árbitros e os WIDIANOS competiram ao lado dos seus amigos ao mesmo tempo que comparavam seus resultados com os melhores atletas do mundo. Nesse ambiente cheio de objetivos diferentes, o WIDIA TEAM de atletas que buscaram resultados e pessoas que queriam apenas se superar, percebeu pontos fortes e fracos e o quanto tem evoluído neles.

O Luciano Câmara, que a gente costuma chamar de Tiozinho, evoluiu da 115ª posição da América Latina no Master de 40 a 44 anos, para a 95ª. ‘’Os wods, para variar, estavam malucos, mas o Rafa e os coaches nos prepararam muito bem para o Open. Foi bom ver minha evolução. Melhorei muito no Snatch e no Overheadsquat, que eram meus pontos fracos’’.

A widiana Juliana de Paulo encarou o Open 2017 na categoria Scale, conseguiu fazer movimentos e atingir marcas de peso que ela nem imaginava. ‘’Fiz meus primeiros pull ups. E foram 4 de uma vez. Acho que o clima criado, a torcida e incentivo da galera e dos coaches foram fundamentais. Quando eu pensava em desistir, ouvia um ‘Vai, Ju’, e eu tinha ânimo para continuar’’.

E teve até atleta competindo em dupla: a Liliane Ferré competiu com a Martina na barriga. Grávida de 7 meses, ela encarou em 2017 um desafio especial: ‘’Sabendo dos meus limites, junto com meus coaches, decidi competir na Scale e foi uma ótima decisão. Consegui participar de todos os treinos respeitando o meu corpo. Sempre confiei no conselho dos meus coaches e, com excelência, eles me fizeram respeitar meus limites, ao mesmo tempo em que me incentivaram e torceram. Nosso resultado foi excelente’’.

A torcida widiana vibrou com esses e mais cerca de 50 alunos e atletas que se desafiaram no Open 2017, cada um dentro do seu limite, na sua categoria, conhecendo o limite do corpo, com o objetivo de evoluir com saúde. O Open é inclusivo, porque possibilita também a versão Scale, mas isso não quer dizer que nesse grupo os treinos sejam leves. Por isso, nós incentivamos sempre uma competição responsável, para que todos nós possamos continuar participando dos campeonatos de Open até quando fizermos parte do Widia Masters!

Acesse o link  https://goo.gl/BVGkqQ e confira o resultado dos nossos atletas no LEADBOARDER oficial do CrossFit OPEN 2017.

Interessou? Venha fazer uma aula experimental pra conhecer o método WIDIA.

VOLTAR